Patrimônio Histórico

O conjunto arquitetônico da Fazenda Santa Maria começa em 1850, quando a fazenda foi desbravada pela família do major José Inácio de Camargo. Nesta época construíram a senzala e casa do capitão do mato. Assim, começou o plantio do café e em decorrência da alta produtividade e do desenvolvimento da região, em 1887, a casa-sede foi construída para receber D. Pedro II, que na época esteve em São Carlos para inaugurar a chegada dos trens.

Com o objetivo de ganhar o título de Barão do Pinhal, o major José Inácio e seu irmão e Theodoro, tiveram a idéia de construir um “Grande Sobrado”, com requinte dos palacetes da Europa, levando o luxo urbano para uma área rural. O projeto foi realizado por um engenheiro italiano, David Casinelli, e todo o material de construção, como cimento, vitrais e afrescos foram trazidos da Europa.

As tulhas de café serviam os fazendeiros vizinhos que utilizavam a máquina de beneficiamento e a estação de trem da fazenda para escoarem suas produções. A energia era gerada pela grande roda d’água. Os terreiros, o magnífico aqueduto, a serraria, a oficina, as cocheiras e a casa do administrador completam as edificações preservadas pelas famílias Camargo e Souza Campos, das quais foram tombadas pelo CONDEPHAAT como Patrimônio Histórico, Cultural e Educacional.

Museu

A Fazenda Santa Maria tem em seu “Grande Sobrado” de 1887 a história viva, onde retrata momentos históricos... Leia mais

Trilhas

Ecoturismo é o turismo em localidades com potencial ecológico, desenvolvido de forma conservacionista, procurando conciliar a exploração turística... Leia mais

"Conheça a riqueza da história"

Agende uma visita e conheça um dos patrimônios culturais mais belos do interior de São Paulo, tombado pelo CONDEPHAAT. Fazenda Santa Maria tem mais de 150 anos de história preservada através de gerações.

Conheça nossa Equipe

Nossos instrutores estarão sempre a disposição.